Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Palmeiras

- Site oficial do Palmeiras |

Brasileirão Série A | Palmeiras

Superior nos 90 minutos, Palmeiras empata com Galo e mantém série invicta em casa

Superior nos 90 minutos, Palmeiras empata com Galo e mantém série invicta em casa
Foto: Cesar Greco/Site oficial do Palmeiras

O Palmeiras recebeu o Atlético-MG na tarde deste domingo (04), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque, e empatou sem gols. Com o resultado, a equipe manteve a invencibilidade de jogos na arena: agora soma 25 partidas sem derrota.
A última vez em que sofreu um revés no Allianz Parque, curiosamente, foi contra o próprio Atlético-MG, adversário do Verdão desta rodada. Além de somar o 25º jogo invicto na arena, o Verdão também chegou à sua 27ª partida seguida sem ser derrotado como mandante – independentemente do estádio –, já que o Alviverde também atuou no Pacaembu e na Arena Fonte Luminosa desde que fora superado pela última vez como mandante.
Com estes números, aliás, o time comandado por Cuca igualou a sequência obtida entre 2013 e 2014, quando também permaneceu por 27 jogos seguidos sem ser derrotado em diferentes estádios como mandante, como o Novelli Júnior (Itu), Paulo Constantino (Presidente Prudente), Estádio do Café (Londrina) e Pedro Pedrossian (Campo Grande), além do Pacaembu – local que recebia a maior parte dos embates do Palmeiras antes da inauguração do Allianz Parque, em novembro de 2014.
Classificado para as quartas de final da Copa do Brasil, e para as oitavas da Conmebol Libertadores Bridgestone, o Palmeiras espera o sorteio para conhecer os adversários que cruzarão os seus caminhos – que serão realizados nesta segunda-feira (05) e na quarta-feira (14), respectivamente. Enquanto isso, o Verdão se prepara agora para entrar em campo contra o Coritiba, no Couto Pereira, na próxima quarta-feira (07), às 19h30, pelo Campeonato Brasileiro.
O jogo
O torcedor palmeirense que compareceu ao estádio notou algumas novidades no time: com Jean e Dudu poupados pelo departamento médico, Mayke e Keno assumiram os postos de titulares diante dos mineiros, enquanto Egídio voltou a atuar na lateral-esquerda pela primeira vez desde a vitória por 3 a 2 sobre o Peñarol-URU em Montevidéu, no Uruguai, pela Conmebol Libertadores Bridgestone – neste intervalo, Zé Roberto e Michel Bastos se alternaram na posição.
O jogo começou movimentado e o Verdão mostrou a sua superioridade com jogadas perigosas, mantendo um ritmo forte do começo ao fim. Poucas foram as vezes em que o adversário chegou com perigo na área palmeirense.
O chute disparado por Keno no travessão, aos 14, após aplicar uma sequência de dribles sobre seus marcadores, foi a chance mais clara de gol ao longo de toda a partida, que também ficou marcada pelas grandes defesas do goleiro Fernando Prass.
A grande chance de emplacar um resultado positivo veio com o pênalti cometido pelo atacante Fred sobre o zagueiro Edu Dracena. Na cobrança, no entanto, o atacante Willian foi vencido por Victor, goleiro do Galo, que intercedeu o tento palmeirense, aos 45 minutos de jogo.
No intervalo, com Borja no lugar de Róger Guedes, o Verdão continuou mostrando sua força em campo. A defesa do Alviverde trabalhou tão bem que praticamente anulou a dupla Robinho e Fred, que com poucos minutos de jogo na segunda etapa saíram para a entrada de Valdívia e Rafael Moura, respectivamente.
Aos 24, foi a vez de Keno dar lugar à Michel Bastos. O atacante saiu ovacionado, enquanto o meia entrou e protagonizou bons lances na partida. Depois, o camisa 29, Willian, foi substituído pelo atacante Erik, mas mesmo com o ataque revigorado, o jogo não saiu do 0 a 0.
Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Mina, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos, Tchê Tchê e Guerra; Róger Guedes (Borja - Intervalo), Keno (Michel Bastos, aos 24/2ºT) e Willian (Erik, aos 32/2ºT).
Cartões amarelos: Thiago Santos e Michel Bastos

MAIS NOTICIAS - PALMEIRAS