Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Brasileirão Série C

- Site oficial do Joinville |

Brasileirão Série C

Joinville: Ricardo Lobo e Patrick são apresentados

Joinville: Ricardo Lobo e Patrick são apresentados
Foto: Site oficial do Joinville

Em uma semana movimentada no Tricolor, o JEC apresentou mais dois reforços na manhã desta terça-feira (23). O meia Patrick e o atacante Ricardo Lobo já treinam desde a última semana no CT do Morro do Meio e falaram pela primeira vez como atletas do Joinville.
A curiosidade que os une é que ambos enfrentaram o JEC nesta temporada, demonstrando qualidades que chamaram a atenção do Departamento de Futebol. O centroavante Ricardo Lobo se destacou no Campeonato Catarinense com a camisa do Brusque. Aos 33 anos, acumula passagens por várias equipes brasileiras e também no futebol japonês. Acostumado a enfrentar o JEC nas passagens por Santa Catarina, o atacante contou a dificuldade de encarar o Tricolor. “É uma sensação ótima estar aqui, o Joinville é um clube grande. Já joguei várias vezes contra e sempre foi um adversário muito difícil, que tem uma torcida bastante atuante. Estou muito feliz em poder ajudar, e a torcida pode esperar que darei o melhor de mim em campo”, afirmou.
No Catarinense desse ano, Lobo foi um jogador versátil no ataque do Brusque, atuando como 9 fixo e mais recuado, buscando o jogo. E o atleta garante que consegue se adaptar bem em qualquer estilo de jogo, apesar da preferência em atuar mais solto. “Gosto de jogar das duas maneiras. Mas tenho muito mais facilidade de sair e propor o jogo, de abrir mais espaços atrás, porque eu gosto disso, tenho qualidade na armação de jogo e gosto de jogar assim”, revelou.
Já o meia Patrick defendeu as cores do Gurupi de Tocantins, adversário tricolor na terceira fase da Copa do Brasil, onde acabou fazendo dois bons jogos e deu trabalho para a defesa do JEC. Para o jogador de 21 anos, essas duas partidas mostraram o seu potencial e espera ajudar o Joinville na Série C. “Graças a Deus eu consegui fazer duas boas partidas, dando o meu melhor e mostrando meu futebol. Agora pelo Joinville, quero ter a mesma vontade que tinha no Gurupi, e mostrar para a torcida que posso ser muito útil ao clube”, destacou.
Patrick nunca atuou por um grande clube em sua carreira, por isso o meia considera a chegada ao JEC como a grande oportunidade da carreira até aqui, mas sabe da dificuldade que encontrará na disputa por posição no atual elenco. “O Joinville é a grande chance da minha carreira, sem dúvidas. Eu sei que vai ser difícil conseguir espaço, mas vou trabalhar forte, treino a treino, como fazia no Gurupi. A responsabilidade é grande e estou preparado para ajudar o JEC a conquistar o acesso”, finalizou.
Os dois atletas ficaram sem atuar após o fim dos estaduais, por isso devem fazer um trabalho diferente dos outros jogadores. Os treinos serão mais focados na parte física, como reforço muscular. Existe a expectativa, porém, que já para a próxima partida contra o Tupi-MG, nesta sexta-feira, os dois atletas estejam à disposição do técnico Fabinho Santos.

MAIS NOTICIAS - BRASILEIRÃO SÉRIE C