Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Libertadores

- Site oficial do Cruzeiro |

Libertadores

Cruzeiro encerra preparação em BH para a partida de quinta, pela Libertadores

Cruzeiro encerra preparação em BH para a partida de quinta, pela Libertadores
Foto: Vinnicius Silva/Site oficial do Cruzeiro

O Cruzeiro encerrou, na manhã desta terça-feira, às atividades preparatórias na Toca da Raposa II para a partida de quinta-feira, contra a Universidad de Chile, em Santiago, pela terceira rodada do grupo 5 da Copa Libertadores da América.
O time embarca a tarde para a capital chilena e treinará nesta quarta-feira, às 17h, no Estádio Monumental David Arellano, que pertence ao Colo-Colo para depois, às 19h20, fazer o reconhecimento do gramado do Estádio Nacional Júlio Martínez Prádanos, local do jogo.
Antes do treino, o meio-campo Henrique falou com a imprensa sobre as principais características do difícil adversário e do poder de reação da equipe cruzeirense.
“O time do Universidad de Chile tem um bom toque de bola, marca forte. Eles brigam muito, disputam todas as bolas. O adversário tem qualidade, mas o grupo do Cruzeiro também tem. Vamos para fazer nosso melhor, sabendo da importância do jogo. Vamos em busca do resultado positivo. Temos encarados jogos importantes desde o começo, decisivos. Agora será mais um”, declarou o capitão cruzeirense.
Arqueiro Celeste
Outro que falou com os jornalistas na manhã desta terça-feira foi o goleiro Fábio. Recordista de atuações com a camisa celeste na Copa Libertadores, com 65 partidas, Fábio tem experiência suficiente para transmitir segurança e confiança ao grupo cruzeirense. Para o arqueiro, a derrota do último sábado, pelo Brasileirão, já foi superada e o grupo já está focado no importante jogo da competição internacional.
“A derrota de sábado não vai influenciar, até porque temos jogadores que já vivenciaram muitas situações na carreira. Recentemente tivemos uma situação difícil, precisávamos da vitória na segunda partida da decisão. Fizemos um belo jogo e conseguimos o resultado necessário. Agora temos novamente a chance de escrever uma história diferente. Queremos fazer um belo jogo e conquistar os três pontos”, falou Fábio.
“Jogar em Santiago é sempre difícil, tive a oportunidade de jogar lá várias vezes. Eles têm qualidade, uma posse de bola muito boa e vamos estudar um pouco mais o adversário. Mas temos de ter postura, determinar o ritmo da partida. Não podemos deixar o time deles se impor, mesmo que estejamos fora de casa”, complementou.

MAIS NOTICIAS - LIBERTADORES